sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Uma Doença Conhecida Como Amor

Estou com todos os sintomas. Eu preciso melhorar, eu tenho que melhorar. Deve haver algum remédio que faça todos esses malditos sintomas passarem, mas não dá: aqueles pulinhos bobos no peito quando eu falo com você continuam sendo inevitável. Tinha que ser justamente você? Aquele que está tão perto, mesmo parecendo tão longe? Aquele que troca palavras vazias comigo como se eu fosse apenas mais uma na sua vida? Aquele que me lança um olhar frio, quase congelante, enquanto eu lhe dou um dos meus melhores sorrisos? Estou colecionando tantas perguntas sem resposta aqui que eu poderia vender todas elas para ouvir você me chamar de "amor" com, pelo menos, uma gotícula desse sentimento. Sei que todas essas minhas palavras parecem um tanto quanto impossíveis, já que você não é do tipo que se apaixona e, mesmo tendo certeza de estar criando falsas esperanças na expectativa de ter os meus sentimentos correspondidos, eu ainda continuo de pé, firme porém fraca. Sei que estou prestes a cair de joelhos, mas eu preciso me firmar. Não quero me deixar abalar por essa simples doença, mais conhecida como amor. Os meus momentos com vocês reprisam o tempo todo em minha mente e eu não consigo mais controlar isso! Talvez não exista remédio, talvez eu não aguente por mais tempo, mas eu continua aqui, esperando que um milagre faça com que você me ame mais do que eu te amo.
Fiquei por fora durante esse tempo por pura falta de criatividade, mas hoje bateu aquela inspiração e eu resolvi escrever. Espero que tenham gostado. Era só isso, meus caros. Sei que o post ficou pequeno, mas em breve eu trago um post mais "descente" para vocês. Um beijo, um queijo e até mais!

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito obrigado, dona moça ♥. Também adoro os seus textos :3.
      Um beijo, um queijo e até mais ♡!

      Excluir
  2. Véi...aquele momento em que você lê o texto e ele fala tudo que você está sentindo....
    Só que, eu tiro a parte do eu te amo pro "eu te odeio" porque eu odeio aquele pestinha que eu chamo carinhosamente de amigo :v (ou de Pirata-Ladrão)
    É isso, melhor eu parar de escrever se não eu vou acabar contando a minha história com o meu peste *a não ser que tu queira hehe*
    Amei o texto ♥
    Beiiiijos e ti love <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Véi... aquele momento que você lê um comentário e fica tão "HSBUBHAHBSCUEBFHBAS" que nem sabe o que responder direito...
      Nunca falei "eu te odeio" pra ele por enquanto, mas quem sabe em um futuro próximo? Cara, adorei esse apelido. "Pirada-Ladrão"... Reflitam sobre isso, crianças u.u.
      ME CONTE C-A-D-A DETALHE DA SUA HISTÓRIA COM ESSE "PESTE", DONA MOÇA :V!
      Obrigado, flor, fico feliz que tenha gostado :3.
      Um beijo, um queijo e até mais ♡! TAMBÉM TI LOVE ♥!

      Excluir
    2. Conto sim mouça, te mandei um e-mail contanu os babados :v
      Bejos!

      Excluir
    3. DOREI OS DEMAIS COM OS BABADOS, ABIGA :V! Já respondi o seu e-mail contado a minha história com o ser, viu?
      Um beijo, um queijo e até mais ♡!

      Excluir
  3. Mas que isso, moça? Arrasou *u*
    Eu amei tudo, você escreve perfeitamente bem <3
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é pura ousadia, moço u.u (PERA AI, O QUÊ '-'?).
      Obrigado, moço, que bom que gostou <3. Nem escrevo perfeitamente bem. Tem gente por ai que tem a escrita mil vezes melhor do que a minha.
      Um beijo, um queijo e até mais ♡!

      Excluir
  4. O amor é realmente uma doença, um vírus. Vem do nada se fazendo notar pelos pequenos sintomas, até que te toma por completo sem a menor esperança de cura. Adorei o seu pensamento sobre esse sentimento tão louco e imprevisível. Seu texto bate direitinho com o que eu sinto por determinado garoto que não se toca - vulgo idiota. Haha!

    Adorei seu blog, gostaria de afiliar o Quinze Outonos com ele, mas você está sem vagas, não é? :c Quando surgir uma, lembre-se de mim. <33

    Carinhosamente, * e m p i r e k a w a i i & q u i n z e o u t o n o s *.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. O amor é um dos maiores vírus já existentes. Só esses sintomas para que nos façam notar que já estamos caindo e, ás vezes, quase despencando de amores por alguém. Mais uma para se identificar com o meu texto o/! Cara, isso me deixa tão "HBSDHBCAHBHCJBB" por dentro que nem dá para explicar! Pois é. Nós, garotas, com essa indispensável mania de nos apaixonarmos por idiotas aushauhs'
      Pois é, já está cheio, mas uns blogs que estão ali nem existem mais. Acho que arranjo um cantinho para você, se ainda quiser, claro ;).
      Um beijo, um queijo e até mais ♡!

      Excluir
  5. Oii o/.
    Cara, que texto ♥. Você escreve muito bem ♥.
    Kisses candy ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá o/!
      Obrigado, moça, você também escreve muito bem :3.
      Um beijo, um queijo e até mais ♡!

      Excluir