sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Coisas que você não sabe

Oh, meu caro... Mesmo com meros oito meses de convivência, há tantas coisas que você ainda não sabe sobre minha pessoa. Não que eu goste de bancar a misteriosa, mas você sabe (ou será que não?) que eu insisto em guardar grande parte de mim para mim mesma, mas saiba que hoje resolvi abrir uma exceção para lhe confessar sobre meu verdadeiro eu. Em primeiro lugar, eu não sou tão fofa quanto aparento ser, assim como não sou tão amarga quanto minhas palavras doces. Ironicamente, eu não recebi o apelido de gato em vão, assim como não escolhi adquirir o péssimo hábito de dormir quando deveria estar acordando, pois eu não sei se você sabe, mas a ansiedade, além dos meus pensamentos, costumam espantar algo que chamamos de sono de certo alguém, também conhecido como eu. Não me recordo se já comentei isso com você, mas eu costumo me enrolar nas pessoas. Eu gosto de andar de mãos dadas com as pessoas; gosto de dar e receber abraços, além depositar inúmeros beijos na bochecha de seja lá quem for, mas sabe do que mais eu gosto? Desse seu jeitinho que me encanta, dessas suas palavras que me transformam em uma boba de carteirinha e do seu gato, que é mais esbelto que eu, mas em especial, eu gosto de você. Principalmente de você porque foi você quem me ajudou a me moldar, me montar, me modificar para fazer com que eu me transformasse, inesperadamente, nessa boba apaixonada que sou hoje.

Um comentário:

  1. Owhn, que texto fofo :33 (Você que fez ? xD)
    Fez para alguém em especial ou para pensar sobre o amor Kat ? (kk')

    Bem bonitinho o texto, sou novo no Blogg. ;u; Prazer, Flamel ^^
    Acabei achando seu blog na internet (~o~' ) mas já curti, pelo layout super kawaii <33 kk'

    ---*
    Fourteen Frogs

    ResponderExcluir